Blog
Mídia paga

O que é UTM e como utilizar para descobrir a origem do tráfego

As UTMs podem ajudar a entender a jornada dos usuários pelo seu site através de códigos incorporados às URLs. Conheça mais neste artigo
O que é UTM e como utilizar para descobrir a origem do tráfego

Compreender de onde provém o tráfego do seu site é fundamental para qualquer estratégia de marketing bem-sucedida. Para isso, saber o que é e como utilizar o UTM é uma ótima alternativa.

UTM (Urchin Tracking Module) é uma ferramenta que desvenda os mistérios por trás das visitas ao seu site.  Ao incorporar códigos desse tipo nas URLs das suas campanhas digitais, você poderá rastrear com precisão de onde os visitantes estão vindo, seja por e-mails, mídias sociais, anúncios pagos ou qualquer outra fonte. 

Caso não saiba ao certo do que estamos falando, não se preocupe! Tudo será esclarecido nos tópicos abaixo. Vamos lá?

Afinal, o que é UTM?

O Urchin Traffic Monitor (UTM), conforme detalhado pelo Google, representa uma inovação significativa na análise do tráfego de websites. 

Trata-se de um sistema de parâmetros usados para rastrear a eficácia das campanhas de marketing digital em direcionar tráfego para um website. 

Tais parâmetros são adicionados à URL de um link específico para identificar de forma precisa a origem do tráfego que ele gera. 

A nomeação "Urchin" vem do software original que utilizava essa técnica, o qual foi adquirido pelo Google. Já descontinuado, esse serviço serviu de base para o que hoje conhecemos como Google Analytics.

Na prática, ferramentas de análise de tráfego como o Google Analytics coletam e apresentam informações sobre as origens do tráfego de um site de maneira ampla, categorizando-as em:

  • orgânico (buscadores);
  • social (redes sociais);
  • pago (anúncios);
  • de referência (links em outras páginas);
  • e-mail (tráfego de campanhas de e-mail ou CRM); e 
  • direto (digitação da URL no navegador ou via aplicativos de comunicação).

Embora esses dados ofereçam uma visão geral útil, eles não especificam qual link específico ou qual esforço de marketing direcionou a visita ao site.

Aqui, os códigos UTM entram como uma solução eficaz, permitindo aos profissionais de marketing atribuir parâmetros únicos a URLs para rastrear detalhadamente a origem do tráfego. 

Com UTMs, é possível identificar não apenas a fonte genérica do tráfego, mas também detalhes específicos sobre a campanha, o meio, o termo de busca, o conteúdo e até mesmo a identificação da campanha. 

Essa granularidade de dados transforma os UTMs em uma ferramenta poderosa para avaliar o desempenho de campanhas individuais ou conjuntos de ações dentro de uma mesma estratégia.

Por exemplo, uma campanha de e-mail marketing pode incluir links com parâmetros UTM que identificam especificamente essa campanha. Ao analisar os dados, um gestor de marketing poderá ver não apenas quantas visitas vieram via e-mail, mas especificamente quantas vieram daquela campanha de e-mail, quais conteúdos tiveram mais cliques e até mesmo identificar qual chamada à ação foi mais eficaz.

Portanto, o uso de UTMs permite uma análise mais detalhada e personalizada do tráfego de campanha, facilitando a mensuração precisa do retorno sobre o investimento (ROI) em diferentes canais e estratégias de marketing digital. 

Isso possibilita aos profissionais de marketing ajustar e otimizar suas campanhas em tempo real, alocando recursos de maneira mais eficiente e maximizando o impacto de suas ações.

A importância da origem do tráfego

Compreender a origem do tráfego digital é uma peça fundamental na engrenagem do marketing digital.

Isso se justifica porque a análise da proveniência do tráfego não apenas ilumina o caminho que os visitantes percorrem para chegar ao seu site; a ação também fornece insights valiosos sobre a eficácia dos diferentes canais de marketing utilizados.

A origem do tráfego pode ser categorizada de várias formas, incluindo tráfego direto, de referência, pago, orgânico de busca e de redes sociais. Cada tipo oferece uma janela única para entender como os usuários interagem com sua marca. 

Por exemplo, um alto volume de tráfego direto pode indicar forte reconhecimento da marca, enquanto o tráfego de referência pode revelar quais parceiros ou sites externos estão gerando mais interesse.

Identificar de onde os visitantes vêm permite aos gestores de marketing avaliar quais canais estão performando melhor, o que é essencial para alocar de forma eficiente os recursos de marketing. 

Por exemplo, se uma campanha paga em redes sociais está gerando uma quantidade significativa de tráfego de alta qualidade, pode valer a pena aumentar o investimento nesse canal. Por outro lado, se o tráfego orgânico de busca está baixo, isso pode indicar a necessidade de melhorar a otimização para motores de busca (SEO) ou revisar o conteúdo do site.

Além de otimizar a alocação de recursos, entender a origem do tráfego também ajuda a personalizar a experiência do usuário. Sabendo por qual canal um visitante chegou ao site, é possível adaptar as mensagens e ofertas para corresponder às suas expectativas e interesses. 

A análise da origem do tráfego é igualmente importante para identificar novas oportunidades e tendências de mercado. 

Por exemplo, um aumento repentino no tráfego de um determinado país ou por meio de um novo canal de mídia social pode sinalizar uma oportunidade de expansão ou a necessidade de adaptar a estratégia de marketing para capturar um segmento de mercado emergente.

Por fim, entender a origem do tráfego ajuda a medir o sucesso das campanhas de marketing de forma mais precisa. Ao rastrear a jornada do usuário desde o primeiro ponto de contato até a conversão, os gestores podem determinar o verdadeiro ROI de cada canal de marketing. Isso justifica o investimento feito e fornece dados concretos para informar decisões futuras.

Passo a passo: aprenda a utilizar o UTM na prática

A implementação de tags UTM em links de marketing é uma estratégia essencial para rastrear a eficácia das suas campanhas digitais. 

A seguir, veja um guia passo a passo, com exemplos práticos, para criar e implementar essas tags em diferentes canais de marketing.

Passo 1: compreenda os parâmetros UTM

Existem cinco parâmetros UTM principais que você pode usar para rastrear suas campanhas. São eles:

  • utm_source: Identifica a fonte do tráfego (ex: Google, newsletter);
  • utm_medium: Define o meio da campanha (ex: CPC, e-mail);
  • utm_campaign: Nomeia a campanha específica (ex: promo_verao);
  • utm_term: Utilizado para identificar termos de pesquisa pagos;
  • utm_content: Usado para diferenciar links similares dentro da mesma campanha.

Passo 2: use uma ferramenta de construção de URL

Embora seja possível criar manualmente URLs com tags UTM, o uso de ferramentas como o Google's Campaign URL Builder simplifica o processo. 

Essas ferramentas permitem que você insira os valores dos parâmetros e automaticamente gerar a URL final.

Passo 3: crie URLs com Tags UTM

Para cada campanha, defina os valores dos parâmetros UTM de acordo com o seu objetivo. Por exemplo:

Campanha em redes sociais

  • utm_source=facebook
  • utm_medium=social
  • utm_campaign=lancamento_produto

E-mail marketing

  • utm_source=newsletter
  • utm_medium=email
  • utm_campaign=promoção_semanal

Anúncios pagos

  • utm_source=google
  • utm_medium=cpc
  • utm_campaign=desconto_20

Passo 4: implementar as URLs com tags UTM

Ao implementar as URLs com tags UTM considere as especificações de cada canal:

Redes sociais

Ao postar em plataformas como Facebook ou X (antigo Twitter), substitua o link padrão pelo seu link com as tags UTM. 

Isso permite rastrear especificamente como os usuários chegam ao seu site a partir desses posts.

E-mails

Em campanhas de e-mail marketing, use os links com UTM em botões de chamada para ação ou links de texto. 

Isso ajuda a identificar qual e-mail direcionou o tráfego e a conversão.

Anúncios pagos

Quando configurar campanhas pagas, como no Google Ads, insira a URL final com as tags UTM. 

Isso oferece dados detalhados sobre o desempenho de cada anúncio e palavra-chave.

Passo 5: Monitore e analise os resultados

Após a implementação das tags UTM, use ferramentas como o Google Analytics para monitorar o desempenho das campanhas. 

No Google Analytics, você pode visualizar o tráfego por fonte/medium, campanha, termo de pesquisa e conteúdo do link, permitindo ajustes estratégicos com base em dados precisos.

Exemplo prático

Suponha que você esteja lançando uma campanha no Facebook para promover um novo produto. Sua URL com tags UTM pode parecer assim:

https://seusite.com?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_campaign=lancamento_produto

Ao usar essa URL nos seus posts do Facebook, você poderá depois verificar no Google Analytics quantas visitas e conversões foram geradas especificamente por essa campanha.

Como você pode perceber, as tags UTM são ferramentas poderosas para rastrear a eficácia das suas campanhas de marketing digital. 

Seguindo esses passos, você poderá implementar eficientemente tags UTM em seus links de marketing e obter insights valiosos para otimizar as suas estratégias e melhorar os resultados das campanhas.

Banner para a landing page para download do ebook de estratégias data driven

Análise de dados e insights: interpretações a partir de UTMs

A interpretação dos dados coletados por meio de tags UTM, especialmente quando utilizados em conjunto com ferramentas analíticas como o Google Analytics, é fundamental para medir a eficácia de suas campanhas de marketing digital e otimizar seus recursos. 

Na sequência, veja como você pode proceder para analisar esses dados e fazer inferências sobre o desempenho das suas campanhas e canais de marketing.

Acesso aos dados

Após configurar as suas URLs com parâmetros UTM e direcionar o tráfego para o seu site por meio de várias campanhas, você encontrará os dados coletados no Google Analytics. 

Avaliar o desempenho por fonte e meio

Aqui você pode ver de onde seus visitantes estão vindo e por quais canais (ex: google/organic, facebook/social). 

Desse modo, pode avaliar rapidamente quais fontes de tráfego estão trazendo mais visitantes e quais são mais eficientes em termos de engajamento e conversão. 

Por exemplo, se você observar que a fonte "google/organic" tem um alto número de sessões, mas baixa taxa de conversão, pode ser necessário otimizar suas páginas de destino ou revisar suas palavras-chave SEO.

Análise de campanhas específicas

Ao filtrar os dados pela tag "utm_campaign", você pode avaliar a eficácia de campanhas individuais. 

Aqui, você deve prestar atenção a métricas como taxa de conversão, duração média da sessão e páginas por sessão. 

Comparando campanhas diferentes, você pode identificar quais mensagens ou ofertas tiveram melhor desempenho e ajustar suas estratégias futuras com base nesses insights.

Identifique o comportamento do usuário por termos e conteúdo

Utilizando "utm_term" e "utm_content", é possível entender como variações específicas em suas campanhas afetam o comportamento do usuário. 

Isso é particularmente útil para campanhas de anúncios pagos onde diferentes mensagens ou chamadas para ação são testadas. 

Analisar esses dados ajuda a refinar seu copy e design de anúncios para melhorar as taxas de cliques (CTR) e conversão.

Aproveite os Insights para otimização

Com base na análise dos dados UTM no Google Analytics, você pode tomar decisões informadas sobre onde alocar seu orçamento de marketing. 

Por exemplo, se uma campanha de e-mail "utm_campaign=email_natal" resultou em altas conversões, pode ser vantajoso investir mais em marketing por e-mail durante períodos festivos.

Boas práticas de UTM

Para garantir que você está aproveitando ao máximo as capacidades dos parâmetros UTM no rastreamento e análise do desempenho de suas campanhas de marketing digital, é importante aderir a algumas boas práticas. 

Abaixo, confira as nossas dicas para ter mais sucesso ao utilizar UTMs em estratégias de marketing digital:

Mantenha uma estrutura consistente de nomenclatura

Utilize um padrão consistente para os valores dos seus parâmetros UTM. Isso ajuda a evitar discrepâncias na coleta de dados.

Por exemplo, decida se você usará "email-marketing" ou "e-mail_marketing" e mantenha esse padrão.

Use caixa baixa

Para evitar discrepâncias relacionadas a maiúsculas e minúsculas no Google Analytics, use sempre caixa baixa para os seus parâmetros UTM.

Evite espaços

Use sublinhados (_) ou hífens (-) no lugar de espaços. Espaços podem ser interpretados de forma inconsistente por diferentes navegadores e ferramentas.

Evite o uso excessivo de parâmetros

Não adicione parâmetros UTM a todas as URLs. Use-os em links específicos de campanhas de marketing onde é crucial rastrear a origem e o desempenho do tráfego.

Concentre-se nos parâmetros que fornecem os insights mais valiosos para suas necessidades específicas. 

Utilize ferramentas para gerar URLs com UTM

Utilize ferramentas como o Construtor de URL do Google ou plugins específicos para sistemas de gestão de conteúdo que automatizam a criação de URLs com UTM. Isso ajuda a manter a consistência e economizar tempo.

Documente as suas convenções de nomenclatura

Documente suas convenções de nomenclatura e as regras utilizadas para criar os parâmetros UTM. 

Isso é essencial para manter a consistência ao longo do tempo, especialmente quando várias pessoas estão envolvidas na criação de campanhas.

Treine a sua equipe

Assegure-se de que todos os membros da equipe envolvidos na criação de campanhas e na análise de dados estejam familiarizados com as práticas recomendadas para o uso de UTM.

Revise regularmente os dados coletados

Monitore regularmente o desempenho das campanhas a partir do Google Analytics ou outras ferramentas de análise. Use os insights obtidos para refinar suas estratégias de marketing.

Respeite a privacidade do usuário

Certifique-se de que o uso de parâmetros UTM e o rastreamento de dados estão em conformidade com as leis de privacidade relevantes, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Não use UTMs para coletar informações pessoais identificáveis.

O uso estratégico de parâmetros UTM em suas campanhas de marketing digital pode fornecer insights valiosos sobre o comportamento dos usuários e a eficácia das campanhas. 

Seguindo essas boas práticas, você maximiza o valor obtido desses dados, garantindo ao mesmo tempo que a coleta e análise de dados sejam feitas de maneira organizada, consistente e respeitosa. 

Adotar essas dicas ajudará a otimizar suas estratégias de marketing, melhorar a tomada de decisões e impulsionar o sucesso geral de suas iniciativas digitais. Que tal começar a fazer isso?

A Adtail oferece uma ampla variedade de serviços para potencializar o marketing digital do seu negócio. Entre em contato conosco e saiba mais!

Posts recentes

Nosso blog tem conteúdos semanais feitos por especialistas

Torne seu marketing digital mais estratégico

Agende uma conversa e receba o contato da nossa equipe. Temos um time de especialistas em desenvolver soluções e entregar resultados.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.